Bem-vindo ao Blog Celso Branicio -

Pesquisar dentro deste blog

Mostrando postagens com marcador Bônus 2012. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bônus 2012. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Professor do ensino básico tem bônus maior

04/04/2012

Professor do ensino básico tem bônus maior

Gisele Lobato e Cristiane Gercina
do Agora

Mais da metade dos professores das escolas de 1º ao 5º ano receberam até 2,9 salários de bônus neste ano.

De um total de 1.629 escolas que oferecem o ensino fundamental 1, 902 pagaram bônus máximo para os funcionários por terem superado as metas estipuladas pelo governo estadual.

No caso de quem dá aulas no ensino fundamental 2, que vai do 6º ao 9º ano, 32,97% das escolas superaram as metas e conseguiram o bônus máximo.

Ao todo, foram 1.213 escolas, de um total de 3.679.



Fonte: Jornal Agora São Paulo

http://www.agora.uol.com.br/trabalho/ult10106u1071496.shtml






terça-feira, 3 de abril de 2012

Consulte aqui o resultado do Idesp 2011 e o valor da bonificação

Hoje, 30 de março, os professores e demais servidores de 4.260 escolas estaduais receberão bonificação de até 2,9 vezes o valor de seus vencimentos. O valor será pago por suas unidades escolares terem cumprido ou ultrapassado no ano passado as metas de desempenho do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo).

Assim como no ano passado, professores e os demais servidores poderão consultar por meio do GDAE  http://drhunet.edunet.sp.gov.br/portalnet/  seus dados cadastrais, índices, dias trabalhados e computados para o bônus, assim como o valor que irá receber – que pode variar de acordo com as unidades onde atuam.

- Confira aqui os resultados do Idesp 2011


http://idesp.edunet.sp.gov.br/


A bonificação é calculada de acordo com a evolução do Idesp de cada uma das cerca de 5 mil escolas estaduais. Cada unidade recebe, anualmente, uma meta específica definida a partir de sua própria realidade. O Idesp leva em conta os resultados das provas do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) e também dados da progressão escolar (como aprovação). 

Cálculo

O Bônus por Resultado é proporcional ao desempenho da escola. Se as metas foram 100% alcançadas, as equipes escolares ganham 2,4 salários a mais. Se a unidade atingiu 50% de sua meta, por exemplo, os funcionários recebem 50% do bônus (ou seja, 1,2 salário a mais). Se a instituição chegou a 10% da meta, seus funcionários recebem 10% do bônus (0,2 salário).

Saiba mais:

Bônus por desempenho da rede estadual de ensino aumenta 59%

http://www.educacao.sp.gov.br/noticias/bonus-por-desempenho-da-rede-estadual-de-ensino-aumenta-59-2


Fonte: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

http://www.educacao.sp.gov.br/noticias/consulte-aqui-o-resultado-do-idesp-2011-e-a-bonificacao





Dez perguntas-chave para você entender o Idesp 2011

Indicador de qualidade determina metas anuais para as escolas e define o pagamento da Bonificação por Resultado

O Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo (IDESP) foi anunciado nesta sexta-feira (30/03). Um dos principais indicadores da qualidade do ensino na rede estadual paulista, o índice foi criado em 2007 e estabelece metas que as escolas devem alcançar ano a ano.

Os objetivos de cada escola são traçados levando em consideração o desempenho dos alunos no Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) e o fluxo escolar, determinado pela taxa de aprovação média em cada ciclo – 1º ao 5º anos, 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental e Ensino Médio. Por esse motivo, a unidade escolar terá uma meta diferente para cada ciclo que oferecer.

Ao alcançar pelo menos parte da meta definida pelo IDESP, a escola conquista também o pagamento do Bônus por Resultado, que é proporcional ao resultado da unidade, ponderando a frequência do servidor. A bonificação foi paga pela primeira vez em 2009 e garante até 2,9 salários extras para as equipes das escolas que superam suas metas.

Veja abaixo dez perguntas-chave para você entender melhor o Idesp:

1 - Onde posso consultar o desempenho da minha escola no Saresp?

Os resultados do Saresp, desde 2007, estão disponíveis na página da avaliação. No site do Idesp é possível acompanhar o desempenho de cada escola, realizando uma busca pelo nome da unidade. Os resultados do exame de 2011, assim como dados cadastrais do servidor, índices, dias trabalhados e computados para o bônus e o valor que irá receber estão disponíveis no GDAE.

2 - Como o IDESP é usado para calcular o bônus?
O IDESP é o fator principal que compõe o bônus. Além do índice, a frequência do servidor também integra o cálculo. No que se refere ao IDESP, a meta estipulada para a escola serve como base para o cálculo da bonificação. O valor que o servidor irá receber é equivalente ao cumprimento da meta de sua unidade. Dessa forma, considerando o índice de partida – aquele alcançado no ano anterior – a unidade que alcançar 100% da meta receberá 100% do bônus, aquela que alcançar o equivalente a 50% da meta, terá 50% do bônus, e assim por diante. O mesmo parâmetro vale para as escolas que superarem suas metas, até o limite de 130%.

3 - O modelo de divulgação do IDESP foi alterado?
Não. Desde 2007, quando o primeiro índice foi definido, os resultados são apresentados em boletins com o desempenho de cada escola. Esse resultados podem ser consultados na página do IDESP.   http://idesp.edunet.sp.gov.br/

4 - O Idesp estabelece metas gerais e a longo prazo por ciclo? Quais são elas e em quanto tempo o governo pretende atingi-las?
Sim, os níveis ideais a serem alcançados variam de acordo com o ciclo. Para o ciclo 1 – 1º ao 5º ano – as escolas terão de chegar ao índice sete. Para o ciclo 2 – 6º ao 9º ano – a meta é seis. Para o Ensino Médio, cinco. O objetivo é que essas metas sejam alcançadas até 2030.

5 - Qual o valor máximo que eu posso receber de bonificação?
O valor máximo é equivalente a 2,9 salários do servidor.

6 - O que foi feito com base nos resultados do ano passado?
Os resultados do Saresp, um dos componentes do IDESP, orientam ações específicas da Secretaria da Educação. Um exemplo disso é a criação de um monitoramento para as 1206 escolas consideradas prioritárias, definidas com base nos resultados de 2010 como as mais vulneráveis do estado e, portanto, as que merecem uma maior intervenção.   http://www.educacao.sp.gov.br/noticias/escolas-prioritarias

7 - As metas estabelecidas para as escolas levam em consideração suas especificidades?
A meta de cada escola é individual e leva em consideração sua atual situação. Cada unidade só pode ser comparada ao seu desempenho anterior, ou seja, não é possível compará-la com outras unidades.

8 - O IDESP tem uma meta fixa para cada escola?
Os objetivos para o ano seguinte são sempre revistos, ano a ano. O desempenho da unidade é levado em conta, portanto, o IDESP não tem uma meta fixa. Dessa forma, as escolas têm desafios novos todos os anos, condizentes com a sua realidade, o que as estimula.

9 - Docentes e funcionários que acabaram de ingressar na rede têm direito ao bônus?
Para receber o bônus, o servidor precisa ter trabalhado na rede por, pelo menos, 2/3 do ano.

10 - Servidores que foram exonerados no início de 2012 ou que mudaram de cargo também recebem?
O pagamento é referente, sempre, ao ano de exercício anterior. No caso, se o servidor trabalhou na rede durante 2011, ele receberá o bônus de acordo com a escola a qual estava vinculado e seu cargo na época.


Fonte: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

http://www.educacao.sp.gov.br/noticias/dez-perguntas-chave-para-voce-entender-o-idesp-2011


Dedicação é o segredo da melhor escola da capital

Colégio destaque no Idesp acompanha alunos de forma individual. Direção é a mesma há 5 anos

Paula Felix
do Agora

Organização, atendimento individualizado, dedicação dos profissionais e poucos alunos em sala de aula são alguns dos segredos do sucesso da Escola Estadual Parque Ecológico, em Ermelino Matarazzo (zona leste de São Paulo), o colégio da capital com a melhor colocação em 2011 no 5º e no 9º anos do ensino fundamental, segundo a avaliação do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo).

Localizada em uma rua pouco movimentada, a escola, que tem cerca de 650 alunos, não apresenta pichações nem sinais de depredação ou descuido.

"No ano passado, o trabalho foi focado em tirar as dúvidas dos alunos", diz a professora Maria Severina da Conceição, do 3º ano do ensino fundamental da unidade.

As dificuldades de cada aluno são identificadas e eles recebem acompanhamento individual em sala de aula.

Pais não economizam elogios a professores

Para o administrador Eduardo Hildebrand, 42 anos, que tem dois filhos matriculados na escola, a unidade mereceu a colocação que teve no Idesp. "Meus filhos aprendem aqui. A direção e os professores são bons. Confio neles".

A dona de casa Esilene Rodrigues, 39 anos, tem três filhas na escola e também elogia a unidade. "Elas só vão sair daqui quando terminarem os estudos. As professoras têm muito cuidado com as crianças".

Eletricista de manutenção e pai de três alunos da escola, Clebson Silva Pessoa, 38 anos, faz coro aos elogios dos outros pais. "A escola é organizada e sempre tem professores", dis Pessoa.

"Aluno cria vínculo"

Um modelo para as outras unidades. Essa é a definição para a Escola Estadual Parque Ecológico, segundo Silvia Colello, professora de psicologia da educação do Departamento de Filosofia da Educação da USP.

"O resultado dessa escola é a prova de que mudanças pontuais, no que diz respeito à organização e ao tratamento aos alunos, fazem toda diferença", diz Silvia.

Sobre a dedicação do corpo docente, ela comenta: " Isso dá outro significado para a vida escolar. Com professores comprometidos, os alunos aprendem a seguir regras".

Para Silvia, os estudantes criam um vínculo com a instituição quando sentem que fazem parte dela.


Fonte: Matéria publicada no jornal Agora de São Paulo, 03 de abril de 2012.







CAMPANHA “LIMPE SEU NOME NO SPC” - Iniciativa da AFUSE, APEOESP e DIRETORIA DE ENSINO DE BARRETOS para os Servidores Estaduais da Educação

(Termina dia 16/04/2012 "segunda-feira" com 15 dias de duração)

A AFUSE e APEOESP DE BARRETOS junto com a DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO DE BARRETOS conseguiram firmar parceria com a ACIB - ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE BARRETOS no dia 02/04/2012. Esta parceria visa limpar o nome de funcionários e professores que por ventura ainda estão com dívidas pendentes junto ao comércio Barretense e estejam no momento inserido no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito).

          O pedido foi aceito pelo Sr. José Carlos Firmino, Secretário da Associação Comercial que gostou muito da ideia e aceito prontamente o pedido, visto o fato de funcionários e professores da rede estadual de ensino terem recebido no último dia 30/03/2012 o bônus e para alguns representou quase 3 salários, com esta verba extra e eventual, aqueles que estejam com restrições no SPC e SERASA terão a oportunidade rara de negociar ou mesmo renegociar suas dívidas e voltar a ter crédito na praça, ainda que a dívida seja grande ela poderá ser parcelada e reduzida em seu montante do saldo devedor, tudo depende da negociação a ser feita entre a loja e o funcionário com a intermediação da ACIB, mas o servidor estadual da Educação tem de ir à Associação comercial e não na empresa.

Como todos já devem estar acostumados a ACIB realiza esta campanha no mês de setembro de todos os anos, sempre após a festa do peão de Barretos, exatamente para aproveitar o dinheiro extra que muitos barretenses e moradores da região conseguem ganhar durante a realização da festa. Como é uma verba extra e eventual o consumidor que tem dívida e é consciente tem uma oportunidade boa e em condições de pagar o que deve com vantagens e todos saem ganhando, desta feita não é setembro, e a promoção não está aberta a toda a população. Na verdade apenas e tão somente para os funcionários e professores da rede estadual de ensino, exatamente por terem recebido o bônus e estarem em condições se quiserem de quitar suas dívidas e voltarem a ter crédito e nome limpo na praça.
Nos arquivos do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) de Barretos constam dezenas de milhares de registros de pessoas que por algum motivo não conseguiram quitar suas compras junto ao comércio barretense.

A campanha é uma forma de facilitar a negociação, pois muitas vezes os consumidores sentem vergonha ou temem ser mal atendidos nos estabelecimentos comerciais. "É um meio mais fácil, mais agradável e evita aborrecimentos nas lojas".

Para ter direito a NEGOCIAÇÃO tanto o funcionário e professor da rede estadual de ensino (Barretos e região que efetuaram compras no comércio de Barretos) devem procurar a      ACIB – Associação Comercial e Industrial de Barretos no horário comercial; munidos de documentos como RG, CPF, último holerite, Nota Fiscal de compra ou carnê de pagamento de loja em que esteja em atraso, bem como Nota Promissora, cartas de cobranças feitas pela loja ou empresa de cobrança ou mesmo de cartório.

     Na ACIB será analisado cada caso individualmente e acionado a empresa para negociar com o consumidor com a mediação da ACIB, diminuindo o saldo devedor e dando prazo para parcelamento da dívida, quando não for possível pagar em uma só vez.

Quem tiver interesse procure ainda hoje a ACIB, pois, a promoção termina dia 16/04/12.
Não é necessário ser filiado da AFUSE ou APEOESP, apenas ser servidor da rede estadual de ensino (Professores, Diretores e Coordenadores do QM e Funcionários do QSE e QAE).

ACIB – Associação Comercial e Industrial de Barretos
Secretário José Carlos Firmino
Calçadão da Rua: 20  nº 725  (Av. 19 x 21) – Centro – Barretos
017-3321-3200








sábado, 24 de março de 2012

Professores e servidores da rede estadual de SP já podem consultar bônus na quinta

Os professores e funcionários da Secretaria de Estado da Educação poderão consultar o valor do bônus na próxima quinta-feira. 

A grana será paga na sexta-feira, de acordo com o governador Geraldo Alckmin, para 260 mil servidores do magistério. 

Ao todo, serão depositados R$ 550 milhões. 

Segundo o Banco do Brasil, que processa o pagamento dos servidores do Estado de SP, um dia antes do pagamento, é possível ver o valor que cairá na conta. 

A grana virá informada no campo "lançamentos futuros". 



Seção: Trabalho - 24/03/2012
Cristiane Gercina
do Agora


sexta-feira, 23 de março de 2012

Bônus da Educação sai na próxima sexta dia 30/03/2012

Os professores e funcionários da Educação receberão o bônus na próxima sexta-feira, segundo o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

A grana é paga aos profissionais das escolas que melhoram o seu desempenho no Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo) entre um ano e outro. Também são levadas em consideração as faltas do servidor no ano anterior ao pagamento.

Ao todo, 260 mil profissionais terão direito à grana extra-- 70 mil a mais que em 2011, quando 190 mil receberam o bônus.

De acordo com o governador, "devem ser pagos R$ 550 milhões de bônus para 260 mil profissionais, entre professores, diretores, supervidores e funcionários".

Em média, o professor receberá até 2,4 salários, mas há ainda os profissionais que conseguem  receber até 20% a mais. Esse é o caso de quem trabalha nas escolas que ultrapassam a meta do Idesp. "Imagine um diretor de escola, em final de carreira, que ganhe R$ 6 mil. Se  ele tiver um bônus de 2,5 salários, ele vai ganhar, além do seu salário, R$ 15 mil", afirmou Alckmin.

Segundo a Secretaria de Estado da Educação, o Idesp será divulgado até o fim da próxima semana.

(Rafael Italiani, Cristiane Gercina e Thâmara Kaoru)


Veja quem terá direito
(260 mil servidores do Magistério vão receber o bônus no dia 30)

* Terão direito ao Bônus da Educação os profissionais das escolas que melhoraram o seu desempenho no Idesp (Índice da Educação) entre 2010 e 2011.

* A grana será depositada na conta dos professores e funcionários do magistério na próxima sexta-feira, segundo o governador Geraldo Alckmin.

* O bônus deste ano irá de zero a 2,88 salários, de acordo com o governador.


? Como é feito o cálculo

São levados em consideração

* A nota da escola no Idesp de 2010 e de 2011.
* A meta para 2011.
* O salário do profissional.
* O número de faltas em 2011.

Atenção!
Apenas as faltas por licença-maternidade, paternidade e adoção não entram na conta.


SITUAÇÕES

1 - Se o Idesp de 2011 for inferior ao de 2010.
* O servidor não receberá o bônus.

2 - Se o Idesp de 2011 for igual ao de 2010.
* O servidor não receberá o bônus.

3 - Se o Idesp de 2011 for maior que o de 2010, mas a escola não atingir a meta.
* O servidor receberá o bônus, mas a grana será proporcional à melhora a escola.

4 - A escola atingiu a meta no Idesp.
* O servidor receberá o bônus.

5 - A escola teve Idesp maior do que a  meta.
* O servidor receberá até 20% a mais que o bônus integral.

Fonte: Secretaria de Estado da Educação, governador Geraldo Alckmin e reportagem do Agora.



Grana extra poderá chegar a até R$ 5.455,06 para jornada de 40h

O Bônus da  Educação pode chegar a R$ 5.455,06 no caso de um professor com jornada de 40 horas semanais, salário-base de R$ 1.894,12 que não tenha tido faltas em 2011 e esteja em uma escola que superou e meta do Idesp no ano passado.

Em 2011, um professor nas mesmas condições recebeu R$ 4.795,34 de bonificação.

Todas as faltas do docente são levadas em consideração na hora de calcular o bônus, menos as ausências por licença-maternidade, paternidade e adoção.  

(CG)



Fonte: Jornal Agora São Paulo
Seção: Trabalho - 23/03/2012
Rafael Italiani, Cristiane Gercina e Thâmara Kaoru
do
Agora
"Bônus da Educação sai na próxima sexta"
(publicação do jornal online complementado com a versão impressahttp://www.agora.uol.com.br/trabalho/ult10106u1065929.shtml




quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Professor da rede estadual de São Paulo receberá bônus no final de março

Os mais de 200 mil professores da rede estadual de ensino deverão receber o Bônus da Educação no final de março. 

A informação é do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. 

Hoje, têm direito ao bônus os funcionários das escolas que melhoram o seu desempenho no Idesp (índice que mede a Educação em SP) entre um ano e outro. 

Para receber a grana, é necessário que o funcionário trabalhe em período equivalente a dois terços do ano, sem interrupção. 

Para o professor, o bônus é calculado conforme o ciclo de ensino e é reduzido de acordo com o número de faltas. 

As únicas faltas permitidas são as licenças por maternidade, paternidade e adoção. Para outros funcionários, é considerada a média geral da escola. 


Fonte: Jornal Agora São Paulo
Seção: Trabalho - 01/02/2012
Thâmara Kaoru do Agora 
Professor da rede estadual receberá bônus em março




POSTAGEM DE DESTAQUE

UnBHoje - 6 a 12 de novembro de 2020 (Universidade de Brasília)

  06 A 12 DE NOVEMBRO 2020 ANO 35 Nº 6212 ...