Bem-vindo ao Blog Celso Branicio -

Pesquisar dentro deste blog

Pastoral Fé e Cidadania da Igreja Católica se manifesta contrária ao pacote de maldades do Prefeito de Barretos enviado para ser votado na Câmara Municipal nesta segunda-feira 18/12/2017

Pastoral Fé e Cidadania da Igreja católica  se manifesta contrária ao pacote de maldades do Prefeito de Barretos enviado para ser votado na Câmara Municipal nesta segunda-feira 18/12/2017





Observações Minhas:



Temos todos de comparecer às 20hs00 na Câmara Municipal e lutarmos contra este pacote de maldades do Prefeito contra o povo, vamos pressionar os vereadores a não votarem nestes projetos tais como criação de taxa de lixo acima de R$ 40,000 mensais, taxa do cemitério entre outras e criação de mais cargos de confiança, parcelamento da reposição das contribuições do Instituto de Previdência, já descontadas dos salários dos servidores e desviadas para outros setores, etc. tudo isto só visa arrecadar para cobrir os rombos feitos por este prefeito incompetente, que só pensa em pagar dívida eleitoral, no famoso toma lá dá cá e ajudar seus apaniguados e para isto até a Rose Secretária de Habitação foi exonerada para voltar ao cargo de Vereadora e ajudar a aprovar o pacote com maioria na Câmara dos Vereadores, penalizando de forma injusta e em muitos casos até inconstitucional e acima de tudo imoral.



Veja abaixo meu posicionamento sobre a atitude da igreja católica neste caso agem politicamente corretos com o povo, porém... 

O engraçado é este tipo de pronunciamento politicamente correto da igreja, quando temos o Luis Alexandre Rodrigues, o Alex dos cachorros que foi candidato a vereador na última eleição e é voluntário no Asilo dos velhos Vila dos Pobres que é ligado a igreja católica e Osni Pinheiro ex candidato também a Vereador na última eleição que faz parte da Pastoral Afro e representa esta pastoral da igreja católica junto ao COMIR o Conselho Municipal de Igualdade Racial, onde todos os membros são escolhidos pelo Prefeito e tanto a maioria dos eventos da Pastoral Afro como o COMIR recebem verbas da Prefeitura, assim como a Vila dos Pobres e aí estes dois elementos que fazem parte da APPP que sobrevivi com recursos próprios resolvem sabotar a associação, passando medo e cooptando o Presidente Carlito, quando estávamos para entrar com denúncia na Justiça contra a demolição de uma quadra poliesportiva no Nadir Kenan para servir de estacionamento para a igreja de Sant´Anna da igreja católica, obra particular feita em terras públicas voltadas ao lazer e com dinheiro e maquinários públicos no período eleitoral e visando claramente conseguir votos da comunidade católica em meados de 2016, caso fotografado e filmado antes, durante e depois da obra pronta, daí o Sr. Roberto Fabres vice presidente da APPP teve de assumir a denúncia sozinho e enviar tudo ao Ministério Público e posteriormente enviados a Justiça e o caso foi analisado e como já se passou a eleição e nãos e tratava de denúncia de partido político ou coligação o caso será enviado a Vara Civil e o Prefeito poderá ser condenado por Prevaricação.

Estes dois elementos ligados a projetos e entidades da igreja católica claramente para não ver supostamente tais entidades prejudicadas pela Prefeitura resolveram indiretamente sabotar a APPP por medo das entidades terem alguma retaliação do Prefeito que possivelmente nem sabia disto, claro conflito de interesses e por isto o Roberto Fabres pediu e eu apoiei o pedido de exclusão dos dois Diretores (Osni Vice Secretário e Luis Alexandre 1º Conselheiro Fiscal) do quandro de Diretores da APPP e ao invés do Carlito (Carlos de Jesus Rodrigues) Presidente da APPP que faz parte deste grupo Fé e Cidadania da Igreja Católica tirar estes dois elementos, sendo que o Luis Alexandre tinha apenas 6 meses de associado na época da eleição quando pelo estatuto deveria ter pelo menos um ano e pelo código civil 2 anos, os dois estão com várias mensalidades de associado atrasadas.

Quem colocou o Sr. Luiz Alexandre foi o Sr. Carlito porque precisava de mais um nome para poder registrar a entidade, a eleição foi por aclamação, então é justificável seu erro, agora o que não se justifica é ele por orgulho e vaidade e outras coisas mais, ficar contra o Fabres e eu, me atacando duramente modificando a ata da reunião onde o Fabres claramente no áudio da reunião fez o pedido de exclusão destes elementos e posteriormente eu apoiei, eles inverteram tudo só para se criar uma situação para tentarem me excluir da APPP, lamentável a politicagem e teatrinho de quinta apoiado pelo Sr. Avila, eleitor declaro do Sr. Cipriano que até então nunca tinha sabotado a APPP ou me perseguido e resolveu modificar a ata intencionalmente, todos gritaram na reunião e no vídeo isto fica claro e colocaram como se apenas eu tivesse elevado a voz e levantado da cadeira, quando em nenhum momento me levantei e colocaram mais um elemento nesta história o Sr. Célio de Almeida, Presidente da CCM - Comissão Consultiva Mista do IAMSPE e Diretor do clube Nogueira, que na APPP é apenas um simples visitante o Presidente deixa ele agir como se fosse Diretor, nem associado ele é e veio para ficar criticando o Dr. Uebe por ainda não ter feito convênio novamente do IAMSPE com o Hospital São Jorge e outro objetivo é me intimidar a desistir de apoiar o Sr. Fabres no pedido de exclusão da Diretoria do Alex e do Osni, isto a ponto de me ameaçar de morte e invadir minha casa para me agredir.

O Sr. Luis Alexandre na reunião ordinária da APPP no mês de novembro/2017 disse claramente no final da reunião que iria sair da APPP, mas iria me pega na saída da reunião, prometendo quebrar minha cara, me defendi a altura alegando que ninguém me intimida e que não tenho medo dele me defendendo de mais uma promessa de violência e os ânimos se exaltaram e a reunião teve de ser encerrada depois desta nova ameaça de violência.

A questão é a seguinte como podem pessoas que são voluntárias e representam a igreja ficar até ameaçando outras pessoas de morte só para evitar ter a denúncia do estacionamento feito para a igreja católica enviado ao Ministério Público e Justiça e também para não verem Ongs e projetos da igreja terem retaliações do Prefeito que aliás, mesmo sem retaliações está atrasando claramente os repasses de recursos para várias entidades. 

Só queria saber se a igreja deu esta ordem, pois, aí estariam sendo hipócritas agora com este apoio ao povo e contrários aos desmandos claros do Prefeito, ou se foi uma atitude unilateral destes dois elementos por ambição política, fica claro que os dois e até o Célio de Almeida tem de fato um bom serviço como voluntários, mas foram claramente picados pela mosca azul da política, agem como prepotentes e parecem mais com projetos de corruptos, lamentável a forma agressiva como agem, sendo que na APPP não tem projetos envolvendo grana e nem poder, claramente estão equivocadas achando que para serem eleitos vereadores tem de participar de um grande número de ONGs e Associações como voluntários ou Presidente ou cooptando o presidente do partido, lamentável a falta de conhecimento da política atual, só isto sozinho dificilmente elege um vereador e estamos fartos de ver isto nas eleições e ao invés de lutar contra a corrupção e o sistema político podre que só oprimi o povo, resolvem apoiar o Prefeito indiretamente por medo de retaliações a outras entidades que participam que são todas ligadas a Secretaria de Assistência Social e achando que irão precisar do grupo deste Prefeito na próxima eleição, tentando não fechar as portas, só espero que seja apenas uma presepada destes elementos e que a igreja católica de fato e de direito tenha interesse em defender o povo contra estas atrocidades deste Prefeito tirano que se não bastasse o caos na cidade devido a incompetência dele, agora resolveu vir com um pacote de maldades contra o povo, desejando que inicie o ano ainda mais cheio de impostos e taxas e a maioria inconstitucionais e injustas.


Barretos, 18 de dezembro de 2017.


Celso Rodrigo Branicio
Diretor de Eventos da APPP - Associação de Participação Popular na Política
Licenciado em Educação Física pela UnB (Universidade de Brasília)
Graduado em Processamento de Dados pela FISO (Faculdades Integradas Soares de Oliveira de Barretos-SP)
Pós Graduação com Especialização em Análise de Sistemas pela Universidade Federal de Uberlândia-MG 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGEM DE DESTAQUE

UnBHoje - 6 a 12 de novembro de 2020 (Universidade de Brasília)

  06 A 12 DE NOVEMBRO 2020 ANO 35 Nº 6212 ...