Bem-vindo ao Blog Celso Branicio -

Pesquisar dentro deste blog

Crônica Dominical 29/10/2017 – A CLEPTOCRACIA domina Barretos-SP e o Brasil e o povo precisa reagir



Vivemos num país governado por quadrilhas de marginais e segundo um grande advogado de Barretos, Luiz Manoel Gomes Júnior em nossa cidade também somos governados por bandidos, que claramente fazem desvios de verbas públicas e clara apropriação indébita e tivemos o desprazer de termos a notícia de que o Prefeito prevaricador de Barretos-SP e que claramente usou e abusou do poder econômico na campanha eleitoral não foi cassado pelo TRE em São Paulo.


Na verdade, tanto o Legislativo em sua maioria cooptado, como o Judiciário que fazem vistas grossas, na prática tem indiretamente permitido a cleptocracia em nosso país, sem contar a legislação eleitoral arcaica e um sistema permissivo que também atrapalha o Judiciário, mas temos também atitudes nada justas e democráticas que no fundo só dá apoio e continuidade a estes sistemas nocivo a nação, exemplo disto foram as recentes decisões do STF e no caso de Barretos da Justiça Eleitoral e TRE.

Em Barretos ainda tem o recurso no TSE, mas muitos governantes desonestos usam desta estrutura arcaica e permissiva ao crime para continuarem no poder com seus grupinhos explorando a população, temos de dar um basta a tudo isto e a maior arma são as urnas, a começar pelas eleições do ano que vem e das eleições municipais onde houve problemas graves e dos quais a Justiça Eleitoral exigiu novas eleições das quais espero que Barretos esteja inclusa no ano que vem.

Nós não podemos mais votar em políticos corruptos, fichas sujas, se tiver um processo que seja por corrupção não podemos votar e dar continuidade a este governo feito por quadrilhas de marginais que se instalaram no poder em todas as esferas tanto municipais, estaduais e federais, temos de dar um basta a tudo isto, a população tem de sair nas ruas e protestar e exigirmos das poucas autoridades honestas que existem e tentar restabelecer a ordem e a ética nas Instituições tão fundamentais para a ordem e progresso de nosso país, exigindo não só a cassação mas a prisão de marginais que hoje ocupam o poder e também desarticular estas quadrilhas de criminosos instaladas no poder, como dizia Cazuza, nossos inimigos estão no poder e precisamos mudar esta realidade.

O poder emana do povo, da mesma forma que elegemos podemos retirar um governante que esteja decepcionando o povo e junto seu grupo de apoiadores que agem como marginais e destruir todo este sistema de cleptocracia.

Vamos acabar com este esquema, cassar e colocar na cadeia todos os membros destas quadrilhas de marginais tão nocivas quanto as facções criminosas como o PCC, Comando Vermelho, etc. que aliás em presídios como a Papuda em Brasília, tem partidos que estão superando eles em números de marginais presos. 

Temos de acabar com o poder destes criminosos que tomaram conta do poder e são tão nocivos a nação quanto o narcotráfico e na prática se são menos violentos, porém, por outro lado dão ainda mais prejuízo com desvios de bilhões a nação, tirando recursos da Educação, Saúde, da área social, etc., deixando a mingua milhões de brasileiros carentes que pagam seus impostos e na prática acaba não tendo o retorno devido.

Só depende de nós para tirarmos do poder estes vermes criminosos, verdadeiros lixos humanos. É verdade que eles são frutos de nossa sociedade e temos também de melhorar nosso sistema educacional e preparar melhor nossos jovens e fortalecer as famílias e acabar com esta cultura brasileira da lei de Gerson de levar vantagem em tudo, mas de imediato podemos sim exigir a cassação, prisão e desarticulação destas quadrilhas de criminosos instaladas no poder, podemos sim lutar para que a médio e longo prazo nosso país possa parar de produzir corruptos, os famosos criminosos de colarinho branco.

Se nada for feito, em breve a situação poderá ficar tão caótica a ponto de termos uma intervenção militar tal o nível de envolvimento do crime organizado instalado em nossas instituições, pondo em risco a ordem e progresso de nosso país. 

Vamos acabar com a Cleptocracia, antes que ela acabe com nosso o Brasil.


Barretos, 29 de outubro de 2017.



Celso Rodrigo Branicio - Foto de janeiro/2016


Celso Rodrigo Branicio
Licenciado em Educação Física pela UnB - Universidade de Brasília
Graduado em Processamento de Dados pela FISO (Faculdades Integradas Soares de OLiveira de Barretos-SP)
Pós Graduado com Especialização em Análise de Sistema pela Universidade Federal de Uberlândia-MG
Diretor de Eventos da APPP (Associação de Participação Popular na Política)
Ex Conselheiro Municipal de Saúde de Barretos-SP de 2006 a 2012 representando o segmento Usuários SUS pela AFUSE (Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação do Estado de São Paulo)








CLEPTOCRACIA

Publicado por: Tiago Dantas em Política


A palavra “cleptocracia” significa “Estado governado por ladrões”, literalmente. O termo se refere a um tipo de governo no qual as decisões são tomadas com extrema parcialidade, indo totalmente ao encontro de interesses pessoais dos detentores do poder político. 


Na cleptocracia, a riqueza é extraída de toda a população e destinada a um grupo específico de indivíduos detentores de poder. Muitas vezes são criados programas, leis e projetos sem nenhuma lógica ou viabilidade, que no fundo, possuem a função de beneficiar certos indivíduos ou simplesmente desviar a verba pública para os bolsos dos governantes. 



Recessão econômica e desintegração dos direitos civis são as principais conseqüências desse modelo de corrupção. Em tese, todos os Estados tendem a se tornar cleptocratas. No entanto, isso é evitado através do combate real dos cidadãos a essa situação, ou seja, a cleptocracia é eliminada por meio do capital social da sociedade.


Fonte:  Mundo e Educação

http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/politica/cleptocracia.htm


CLEPTOCRACIA, é um termo de origem grega, que significa, literalmente, “governo de ladrões”,[1] cujo objectivo é o do roubo de capital financeiro dum país e do seu bem-comum. A cleptocracia ocorre quando uma nação deixa de ser governada por um Estado de Direito imparcial e passa a ser governada pelo poder discricionário de pessoas que tomaram o poder político nos diversos níveis e que conseguem transformar esse poder político em valor econômico, por diversos modos.[1]
A fase “cleptocrática” do Estado ocorre quando a maior parte de sistema público governamental é capturada por pessoas que praticam
corrupção política, institucionalizando a corrupção e seus derivados como o nepotismo, o peculato, de forma que estas acções delitivas ficam impunes, por todos os sectores do poder estarem corrompidos, desde a Justiça, os funcionários da lei e todo o sistema político e económico. O jornal britânico Financial Times classificou Angola como uma cleptocracia e os seus dirigentes como elite indiferente ao resto da população.[2][3]


Leia o resto da matéria no link abaixo:

Fonte: Wikipédia


Luiz Manoel Gomes Junior 

https://www.facebook.com/luizmanoel.gomesjunior


Luiz Manoel Gomes Junior

Endereço para acessar este CV
http://lattes.cnpq.br/0461348721706021
Última atualização do currículo em: 26/10/2017


Informações sobre o advogado Luiz Manoel Gomes Junior no ESCAVADOR extraídas do Lattes em 29/08/2017



Possui graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade de Ribeirão Preto (1993), mestrado (2001) e doutorado (2004) em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professor Titular do Programa de Mestrado em direito da Universidade Paranaense (Paraná) e no Programa de Mestrado da Fundação Universidade de Itaúna (Minas Gerais). Professor no Curso de Direito do Centro Universitário UNIFAFIBE. Membro do conselho editorial das Revistas de Processo e de Direito Privado (Editora Revista dos Tribunais). Professor dos Cursos de Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Cogeae) e da Fundação Escola Superior do Ministério Público do Mato Grosso. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Processual Civil Coletivo, atuando principalmente nos seguintes temas: ação popular - ação civil pública - ação popular ambiental - processo civil - recurso extraordinário - repercussão geral - reforma do poder judiciário. Membro do Conselho Editorial da Arraes Editores (MG). Avaliador de Cursos de Graduação em Direito (Autorização, Reconhecimento e Renovação de Reconhecimento) do INEP - Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira e Professor Parecerista da CAPES. Atuou como Consultor do Programa das Nações Unidas (ONU) para o Desenvolvimento (Pnud - 2008-2010) - relator do anteprojeto da nova Lei da Ação Civil Pública (Projeto de Lei nº 5139/2009 - Câmara dos Deputados). Atua como Segundo Parecerista (Duplo Blind Peer Review) da Revista de Processo (Editora RT) e da Revista dos Tribunais (RT). Professor Avaliador integrante do Cadastro Nacional e Internacional de Avaliadores do CONPEDI. Atuou como Professor Pesquisador do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nos anos de 2013/2014 pesquisando a aplicação da Lei de Improbidade no Brasil. Informações coletadas do Lattes em 29/08/2017

Veja o currículo completo em:





Recurso Eleitoral n. 751-3.2016.6.26.0021 - Classe 30
Procedência: 021ª Zona Eleitoral - Barretos
Recorrente: Maria da Graça Oliveira Lemos
Recorridos: Guilherme Henrique de Ávila e Vagner Cleber Chiapetti Relator: Juiz Marcus Elidius



https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1449357565148232&set=a.113591862058149.27036.100002220061880&type=3&theater





Tribunal Regional Eleitoral nega recurso contra Guilherme e Vagner (O Diário de Barretos)

Fonte: Jornal O Diário de Barretos
27/10/2017 | Política / Política
http://www.odiarioonline.com.br/noticia/68539/TRIBUNAL-REGIONAL-ELEITORAL-NEGA-RECURSO-CONTRA-GUILHERME-E-VAGNER





Prefeito diz que ação para impugnar mandatos é tentativa de “ganhar no tapetão” (O Diário de Barretos)




TRE de São Paulo livra por unanimidade o prefeito de Barretos-SP de cassação do mandato por abuso de poder econômico




Tribunal Regional Eleitoral julgará recurso contra candidaturas de prefeito e vice (O Diário de Barretos)


24/10/2017 | Política / Política

Jornal do Grupo Monteiro proprietário da Rede Vida de Televisão





Prefeito de Barretos Guilherme de Ávila faz propaganda irregular em desfile do aniversário da cidade em 28/08/2016 usando botons veja as fotos




Desfile Cívico e Cultural do Aniversário de Barretos 162 anos de emancipação em 28/08/2016 e a polêmica da propaganda política no desfile


Crônica Dominical 26/06/2016 – PREFEITO QUER TRANSFORMAR PRAÇA NO NADIR KENAN EM BARRETOS EM ESTACIONAMENTO E O ROCHÃO ANDA ABANDONADO



APPP fiscaliza asfaltamento do estacionamento na praça pública do Nadir Kenan em Barretos



APPP FISCALIZA - Segue fotos do estacionamento da Igreja de Sant' Anna no bairro Nadir Kenan em Barretos-SP, construída em área de lazer de uso de todos moradores do bairro onde havia uma quadra poliesportiva



CLEPTOCRACIA NO BRASIL






Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGEM DE DESTAQUE

UnBHoje - 6 a 12 de novembro de 2020 (Universidade de Brasília)

  06 A 12 DE NOVEMBRO 2020 ANO 35 Nº 6212 ...