Bem-vindo ao Blog Celso Branicio -

Pesquisar dentro deste blog

Crônica Dominical 22/06/2014 – Que partido ou grupo político comanda Barretos atualmente?

Crônica Dominical 22/06/2014 - Que partido ou grupo político comanda Barretos atualmente - Gravura que circula na internet - Mamando nas tetas-da-prefeitura

Com todos os acontecimentos políticos recentes e esta verdadeira torre de babel na administração municipal de Barretos, resolvi fazer uma pergunta ao Dr. Uebe Rezeck a duas semanas atrás em seu programa na rádio Jornal de Barretos, "quem afinal comanda Barretos, que partido ou grupo político tem o comando da cidade?"

Eu citei ao Dr. Uebe que numa entrevista no início do ano do Paçoca ao jornal Expresso News em 22/02/2014 ele deixou claro que entrou no partido Solidariedade e que assim como seu partido ele está apoiando nacionalmente a candidatura de Aécio Neves (PSDB) para a Presidência da República e em nível estadual Geraldo Alckmin (PSDB) aí o repórter perguntou se daria naturalmente apoio à administração de Guilherme Ávila (PSDB), só que surpreendentemente ele afirmou que "o PSDB está no governo estadual, mas não está no municipal" e que ele e seu partido Solidariedade não pretende fazer parcerias com a administração municipal, porém, iria ajudá-lo na Câmara e em Brasília.

Estas declarações aparentemente não teria nada demais, mas com o domínio claro do PMDB que tem em um de seus membros o André Rezeck o líder do Prefeito na Câmara e vários membros do partido como Secretários, Diretores e assessores a impressão que dá nos bastidores é que quem comanda na prática a cidade é o PMDB, temos também uma grande influência da Maçonaria e dos Demolays, mas o Dr. Uebe veio com uma resposta também surpreendente dizendo que ele não acredita que um determinado partido ou grupo político comande a política em Barretos e sim empresários que naturalmente apoiaram financiando a campanha eleitoral do Prefeito Guilherme e agora na prática estão influindo em sua administração cobrando as dívidas eleitorais numa verdadeira força oculta como dizia Jânio Quadros.

É por estas e outras que precisamos urgentemente de uma reforma política e o financiamento público de campanha eleitorais, pois, isto na prática acaba fomentando a corrupção e a falta de transparência e privilégios nas licitações públicas entre outros problemas em nosso país, mas pelo andar da carruagem as dívidas eleitorais de nosso Prefeito são muito mais profundas do que imaginamos, além, de aparentemente ter sido apoiado pelo Ex-prefeito e ter pago colocando Secretários e assessores em várias Secretarias, ainda temos esta insistente mania em desafiar até o Judiciário apoiando a manutenção de assessores e a criação de lei mudando a nomenclatura para assessores especiais para continuar com 43 assessores, fora os não oficiais.

Tudo isto é lamentável e agora ele resolveu cortar as gratificações de profissionais efetivos e até prejudicar a Educação tentando demitir professores celetistas, aprovados em processo seletivo e com contrato por tempo determinado é uma pena mas mesmo depois de quase dois anos nosso Prefeito pelo visto ainda está seriamente comprometido em atender quem o apoiou na campanha eleitoral e isto para a cidade como um todo não é nada bom todo este fisiologismo esta política velha que ele alegou em campanha que não seguiria e está fazendo exatamente ao contrário e desta forma o povo e os servidores estão pagando caro por tudo isto.

Eu só espero que de fato ele consiga se desprender destes laços destrutivos com grupos e partidos nada éticos que só pensam em faturar e se dar bem mamando nas tetas quase secas da administração municipal e com isto o limite prudencial está quase estourando e se nada for feito para reverter tudo isto, até o cargo do chefe do Executivo pode estar em xeque diante de tantas amarras e compromissos.

O mais incrível em tudo isto é que concurso público não tem sido feito e se o limite prudencial está no limite é porque temos tido grandes gastos com a contratação de muitos assessores oficiais e extraoficiais que nem detectamos mas que certamente deve estar gerando muitas despesas para a Prefeitura, só espero que o Prefeito assuma de vez as rédeas da administração e que assuma de vez se é o PMDB ou o PSDB que comanda a cidade e acima de tudo que afaste qualquer influência que empresários possam ter na administração municipal.

A cidade não precisa de assessores e sim de profissionais altamente qualificados e aprovados em concurso e na quantidade estritamente necessária ao atendimento da população, profissionalismo acima de tudo e seriedade na administração dos recursos públicos, estamos de olho fazendo o controle social.


Barretos, 22 de junho de 2014.


Celso Rodrigo Branicio


Tags: Barretos, Política, PMDB, PSDB, Paçoca, Expresso News, Aquino José, mamando nas tetas da prefeitura, Prefeitura Municipal, Poder, Demolay, Maçonaria, Maçons, Partido Político, Sistema Eleitoral, Reforma Eleitoral, Financiamento de Campanha, Financiamento Público de Campanha, Vereador, Secretário Municipal, Diretor Municipal, Assessores, Uebe Rezeck, André Rezeck, Guilherme de Ávila.

Fonte da gravura: Imagem genérica que circula nas redes sociais na internet e retrata uma realidade não só de Barretos como de várias cidades brasileiras.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGEM DE DESTAQUE

UnBHoje - 6 a 12 de novembro de 2020 (Universidade de Brasília)

  06 A 12 DE NOVEMBRO 2020 ANO 35 Nº 6212 ...