Bem-vindo ao Blog Celso Branicio -

Pesquisar dentro deste blog

Crônica Dominical 08/06/2014 – População barretense surpreendida por presentes de Gregos da Administração Municipal

Esta semana que se encerrou foi marcada por alguns verdadeiros presentes de Gregos dados pela Administração Municipal aos munícipes barretenses, foram medidas totalmente impopulares e que afeta a vida da maioria da população, além de alguns projetos enviados a Câmara e retirados em cima da hora que se fossem aprovados iria gerar muita indignação e revolta na população e até mesmo entre servidores.

Não estamos em ano político de eleições municipais, mas mesmo assim pela andar da carruagem fica parecendo que o atual Prefeito não está muito preocupado em se reeleger com tantas medidas impopulares e definitivamente deve estar descartado a possibilidade dele vir a ser candidato a Deputado Estadual neste eleição.
 
Reajuste da tarifa do transporte público em Barretos - Foto extraída da matéria da TVB - TV BarretosO principal presente de Grego recebido pela população foi o aumento das passagens do transporte coletivo, os circulares da empresa Viasa (Viação Sarri), diga se de passagem a única que opera na cidade de Barretos a anos e já passou da hora de nossa cidade fazer uma licitação pública e abrir o setor para no mínimo duas empresas operarem no sistema e teoricamente melhorar o atendimento a população devido a concorrência que hoje não ex existe.

O aumento foi de 12%, as passagens na cidade passaram de R$ 2,50 para R$ 2,80 e a linha Parque do Peão/Rio das Pedras  passou de R$ 3,20 para R$ 3,50. É claro que as declarações da Secretária Municipal de Finanças até tem sentido, faz três anos que não temos reajustes e com a inflação anual na casa dos 4% a 5% se somarmos três anos daria um valor em torno de 12% mesmo, mas a questão é que os preços atuais já são muito salgados e aí torna-se muito estranho um aumento destes.

A questão é que foi um reajuste unilateral que não foi discutido com a população, pois, independente do poder que o Sr. Prefeito tem de baixar tais decretos, neste caso devido a suas peculiaridades e problemas neste setor, no mínimo se esperava que fosse discutido mais profundamente qualquer tipo de reajuste, principalmente numa população que vem sofrendo com a inflação atual. 

O transporte público de Barretos tem alguns problemas graves e nem tudo é culpa só da empresa, o poder público também tem parte nisto, é bem verdade que o atual Prefeito herdou todos estes problemas e Barretos de fato nunca teve duas ou mais empresas concorrentes operando nas linhas de circulares da cidade, mas já passou da hora de se pensar nisto, por outro lado a infraestrutura oferecida para a empresa e a população não tem sido das melhores, pois, a cidade cresceu temos novos bairros e loteamentos e agora existem várias linhas e deveria haver ainda mais, mas devido ao tamanho do Terminal que na prática se tornou pequeno,  muitas linhas se ficaram maiores para evitar a abertura de outras linha e sobrecarregar ainda mais o sistema e com isto temos o problemas de passageiros perdendo conexões e seus compromissos profissionais, pessoais, estudantis, etc. ou sendo prejudicado chegando atrasados, sem contar o fato de que com isto muitos motoristas acabam acelerando demais causando acidentes de trânsito, atropelamentos,  derrubando passageiros, principalmente idosos e crianças e em alguns casos até mesmo deixando passageiros esperando no ponto, temos ainda a maioria dos pontos de ônibus sem cobertura para proteção de sol e chuva e sem painel com horário de passagem dos ônibus que só existem no Terminal.

É claro que a culpa de tudo isto não é só da Prefeitura, mas da empresa também que poderia agir com mais profissionalismo e no mínimo minimizando estes problemas, assim como a Prefeitura que no fundo se não tem condições de fazer tudo isto, poderia colocar pelo menos parte no contrato com a empresa.

A falta de respeito em obedecer a legislação que dá direito ao transporte gratuito a idosos, quando da criação da lei, foi uma atitude infeliz da empresa Viasa que gerou muita revolta na população e manchou e muito a imagem e confiança da população nesta empresa. É verdade que temos no geral bons ônibus e com manutenção razoável, temos serviço de entretenimento e mensagens via vídeo no interior dos circulares, mas não temos ar condicionado e nem todos ônibus estão adaptados ao transporte de deficientes físicos.

Foto do Terminal de Circular de Barretos - Google Maps 2011Seria necessário a construção de um outro terminal e aí teremos de resolver um grave problema que se iniciou quando da construção naquele local, ou acabamos de ver com a Praça 9 de Julho ou mudamos o Terminal de lugar e reconstruimos o restante da Praça que foi descaracterizada quando da construção do mesmo e neste caso o Terminal teria de ser feito em outro local próximo ao Centro. A questão é que como a nossa Rodoviária também carece de reformas e aumento, talvez a solução seja a construção de uma grande rodoviária no estilo Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, com circulares locais e os ônibus de transporte para cidades da região numa parte e os demais ônibus em outra parte e tudo num mesmo local, a verdade é que é necessário urgentemente a construção ou reforma e ampliação tanto do terminal como da Rodoviária Municipal.

Uma outra reclamação é quanto a proporção do preço das passagens e da quantidade de km rodados, as linhas em Barretos são em média muito pequenas, bem aquém de cidades como São Paulo, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, onde se anda muito mais pagando se a mesma coisa ou até menos. Eu já passei muitas férias em Peruíbe no litoral sul do estado de São Paulo e me lembro bem que lá temos linhas de até 17 km ou mais e preços semelhantes ao de Barretos e na maioria das vezes consegue ser até menor, como pode haver linhas três a quatro vezes menores cobrando o mesmo preço, ou seja, a empresa está ganhando muito e é aí que ao anunciar um aumento destes causou revolta da população, mas o aumento passou a valer infelizmente desde o dia 07/06/2014 (sábado).

Foto da passeata sobre Transporte e Saúde em Junho de 2013 em Barretos - Arquivo de Celso Rodrigo Branicio
No ano passado tivemos muitas passeatas por causa de aumentos e a Viasa foi lembrada, vamos ver se este ano isto irá causar revolta e manifestos como em tempos atrás, mas foi uma medida impopular que poderia ter sido evitada ou feita com percentuais menores.

Se não bastasse isto o Sr. Prefeito criou um outro projeto polêmico e enviou a Câmara, onde quer acabar com as horas extras e gratificações dos servidores. Nós já tivemos problemas com a greve dos motoristas da Educação insatisfeitos com o não pagamento de horas extras, agora pelo visto querem acabar com todo tipo de gratificação dos servidores, até o momento a Câmara Municipal ainda não aprovou este projeto e esperamos que não o seja e que a retirada do mesmo por parte do Prefeito seja para sempre mesmo.

Logotipo da rede social FacebookNas redes sociais foi citado um outro projeto polêmico desta vez sobre o Cemitério Municipal, que como todos sabem está com os dias contados e não tem mais espaço e foi discutido em Comunidades do Facebook, que a Prefeitura iria cobrar uma taxa de famílias que tem túmulos no Cemitério Municipal e aí quem não pagasse estas taxas teria os ossos de seus familiares retirados do local e o túmulo liberado para outros. Veja que  certamente poderão usar título de Contribuiçao como foi a CIP da energia elétrica , lamentável, claramente necesitamos de outro cemitério urgente e a manutenção do mesmo sempre foi feita com dinheiro de impostos em geral que são pagos pela população, é bem verdade que o atual Prefeito assumiu a Prefeitura com grande dívida que ainda existe e atrapalha sua administração, mas não se justifica este tipo de atitude impopular e injusta com a população da qual boa parte votou e confiou nele, só espero que este projeto também seja arquivado em definitivo.

Todos querem uma Barretos bem administrada e cuidada, mas nosso país tem uma das maiores cargas tributárias do mundo e a população já está cheia de impostos e taxas, o que necessitamos é que o Executivo faça bom uso das verbas oriundas dos impostos e aumente o combate a sonegação fiscal e a corrupção que são grandes males que assola tanto Barretos como o país, é necessário também uma sintonia maior com o Governo Estadual e Federal que tem feito melhorias para Barretos, mas principalmente o Governo Estadual que poderia fazer muito mais, é bem verdade que não temos nenhum Deputado Estadual e nem Federal o que atrapalha muito, mas muitos Deputados foram eleitos em parte com votos de Barretenses e deveriam ser mais cobrados, mas esperamos que a Prefeitura não torne a usar de medidas impopulares desnecessárias diante de outras soluções viáveis para a crise financeira que ainda existe.

Barretos, 8 de junho de 2014.

Celso Rodrigo Branicio


Fonte das fotos: Ônibus com novos preços - Extraído do Vídeo com matéria jornalística da TVB - TV Barretos.
Terminal de Circulares de Barretos - Google Maps - agosto de 2011.
Passeata do Transporte Coletivo e Saúde - Junho de 2013 - Arquivo de Celso Rodrigo Branicio
Logotipo da Rede Social Facebook



Tags: Política, Transporte, Transporte Coletivo, Aumento das Passagens, Circular, ônibus, Aumento do Circular, Reajuste das Passagens, Barretos, Prefeitura de Barretos, Prefeitura Municipal de Barretos, Secretária de Finanças de Barretos, Viasa, Viação Sarri,  Guilherme de Ávila, PSDB, Terminal Rodoviário, Rodoviária, Rodoviária de Barretos, Praça 9 de Julho, Praça nove de julho, Praça 9 de Julho em Barretos, Praça nove de julho  em Barretos, Redes Sociais, Facebook, Cemitério, Gratificações, Horas Extras, Adicionais, Leis Trabalhistas, Sindicato, Legislação, Salário, Remuneração, Gratificação de Motoristas, Servidores Municipais, Sindicato dos Servidores Municipais de Barretos, Taxa, Imposto, Contribuição, Câmara Municipal, Câmara Municipal de Barertos, Vereadores, Remoção de ossos do cemitério, Cemitério Municipal de Barretos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGEM DE DESTAQUE

UnBHoje - 6 a 12 de novembro de 2020 (Universidade de Brasília)

  06 A 12 DE NOVEMBRO 2020 ANO 35 Nº 6212 ...