Bem-vindo ao Blog Celso Branicio -

Pesquisar dentro deste blog

Crônica Dominical 15/06/2014 – O podre sistema político brasileiro e sua nefasta influência no serviço público

Nesta semana que se passou mais uma vez tive o desprazer de verificar um ato oriundo dos vícios do funcionalismo decorrentes da famosa "lei de Gerson" inserida neste podre sistema político de nosso país.

Como muitos sabem passei recentemente em vários concursos enquanto aguardo o desenrolar jurídico de meu cargo de Assistente de Administração Escolar na rede estadual de São Paulo, resolvi para não ficar parado assumir o cargo de Auxiliar de Serviços Operacionais, afinal o que importa é estarmos na ativa e colaborando com a sociedade com nossa força laboral e podendo sobreviver as nossas próprias custas, mas tenho como sempre agido de forma profissional dando o melhor de mim.

Crônica Dominical 15/06/2014 – O podre sistema político brasileiro e sua nefasta influência no serviço público - Proibido o Jeitinho BrasileiroComo é de praxe todo servidor ao ingressar numa carreira pública tem de fazer o estágio probatório, que atualmente no município de Barretos são de três anos e com seis avaliações no decorrer deste período, sendo um a cada seis meses, conforme determina o estatuto dos servidores municipais, para se conseguir qualquer promoção ela só ocorrerá após este período probatório, até por questões óbvias, ou seja, somente após três anos, portanto, todos que assumiram o cargo deveriam estar cientes de tudo isto, assim como o fato de que este cargo exige força física, não é proibido para mulheres, mas claramente não é muito adequado e quem for aprovado não pode reclamar disto depois de ter de pegar pesado e até na picareta, eu até solicitei via requerimento que tivesse provas práticas no concurso do SAAE e questões técnicas referentes a função, e até títulos para aqueles que já trabalharam nesta função o que ajudaria a selecionar candidatos mais adequados a estes cargos, mas não foi aceito e ao contrário exigiram muita legislação, cinco leis e mesmo solicitando que reduzissem, nada foi feito também neste sentido só alteraram matemática onde se exigia matéria de ensino fundamental incompleto e na prática a relação de bibliografia constava de ensino médio.

A questão é que com tudo isto foi selecionado várias mulheres e entre elas muitas sem perfil para o cargo e uma grande maioria de aprovados homens e mulheres jovens e inexperientes, normalmente de primeiro emprego e apesar de o cargo ser de nível fundamental a maioria tem segundo grau e alguns até nível superior completo ou incompleto e consequentemente isto acabou gerando uma pressão no sentido de alguns engraçadinhos ansiosos irem atrás de padrinhos normalmente políticos para conseguirem os famosos desvios de função em atividades melhores e com remuneração maior, o que caracteriza promoção que a priori só poderia ser feita após o estágio probatório, pois ainda não tem merecimento e nem foi feito sequer a primeira avaliação (seis meses) ou seja, só teriam direito a alguma promoção depois de três anos e o problema ocorreu com cerca de dois meses apenas, lamentável.

Um colega meu no dia 11/06/2014 foi designado pelo chefe do setor meu xará para aprender a meu ver indevidamente a função de Operador de Retroescavadeira, por já ter experiência de tratorista e de operador de empilhadeira na Cutrale, porém, tem um outro colega que trabalha em minha equipe que tem mais experiência do que ele com estas máquinas e foi preterido, ou seja, o velho sistema de QI (Quem Indica) dos “Costinhas Quentes”, vão atrás de políticos ou funcionários de alto escalão que bancam tudo isto e assim os cargos que deveriam ser num futuro bem próximos disponibilizados em novo concurso público de forma transparente e justa, acabam deixando de ser por causa da ansiedade de servidores que se acham mais espertos que os demais, sem contar que a empresa terceirizada que tinha dezenas de servidores nas vagas das quais fizemos concurso e assumimos seriam então reconvocados alguns que já foram demitidos e é claro mais uma vez os que entrassem o faria através de políticos normalmente vereadores que indicariam para aquela função nos famosos toma lá dá cá do fisiologismo macabro de nosso sistema político-partidário, num verdadeiro curral eleitoral.

Eu e vários colegas reclamamos e conseguimos a anulação desta ordem tanto deste colega como de outros que estavam para começar, ainda existem pessoas no alto escalão da autarquia que pensa diferente, que apoiou o concurso que não existia a muitos anos e conseguiu anular este ato nefasto e graças a politização de alguns servidores veteranos que não aceitam este tipo de esquema nefasto, porém, infelizmente este é um ato muito comum hoje em dia no funcionalismo público em nossa cidade e até em nível de estado e país e assim a população nem sempre é bem servida, pois, os cargos se tornam meras moedas de pagamento de dívidas políticas de campanha o que denota que necessitamos urgente de uma reforma política, afinal o que deveria importar é a qualidade do serviço público prestado a população e concurso público é essencial para isto e as leis e regras devem ser seguidas a risca.

Crônica Dominical 15/06/2014 – O podre sistema político brasileiro e sua nefasta influência no serviço público - A famosa lei de Gerson e a diferença de quem a segueNós temos de acabar definitivamente com esta mania de levar vantagem em tudo, a "lei de Gerson” tem de acabar no funcionalismo público, pois, é nociva a ética e moral que deveria ser um norte na administração pública, ainda bem que temos alguns bons gestores que ainda acreditam nisto, ainda que outros ainda insistem em participar deste sistema podre, mas os servidores e a população tem de estar sempre vigilantes para acabarmos de vez com este sistema que só é vantajoso para os politiqueiros de plantão, que assim se perpetuam no poder.


Barretos, 15 de junho de 2014.


Celso Rodrigo Branicio





P.S.:

ATENÇÃO, A HISTÓRIA É ANTIGA E O PROBLEMA CONTINUA, UM AVISO AOS NOVOS SERVIDORES CONCURSADOS DO SAAE DE BARRETOS QUE ASSUMIRAM O CARGO RECENTEMENTE, NÃO ACEITEM SEUS COLEGAS QUE ENTRARAM AGORA JUNTO COM VOCÊ SEREM PROMOVIDOS EM DESVIO DE FUNÇÃO E GANHANDO MAIS SÓ PORQUE TEM COSTAS QUENTES COM INDICAÇÃO POLÍTICA DE VEREADORES E SERVIDORES VETERANOS DA MÁFIA AZUL, PROMOÇÃO SÓ DEPOIS DE 5 ANOS DE EFETIVO (3 ANOS DO ESTÁGIO PROBATÓRIO + 2 PARA PROMOÇÃO).

Barretos, 27/06/2019


CELSO RODRIGO BRANICIO
Ex Servidor do SAAEB no cargo Auxiliar de Serviços Operacionais, demitido por perseguição política principalmente por discordar deste esquema e bater de frente com a máfia azul. Isto tudo é politicagem e abuso de autoridade.
Licenciado em Educação Física pela UnB - Universidade de Brasília
Graduado em Processamento de Dados pela FISO (Faculdades Integradas Soares de Oliveira de Barretos-SP)
Pós Graduado com Especialização em Análise de Sistema pela Universidade Federal de Uberlândia-MG
Diretor de Eventos da APPP (Associação de Participação Popular na Política)
Ex Conselheiro Municipal de Saúde de Barretos-SP de 2006 a 2012 representando o segmento Usuários SUS pela AFUSE (Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação do Estado de São Paulo)






Tags: Política, Servidor Público, Barretos, Concurso Público, Legislação, Lei, Lei de Gerson, Jeitinho Brasileiro, Cidadão Pleno, Politiqueiro, Politiqueiro de plantão, Politiqueiro medíocre, SAAE, Reforma Política, Sistema Político, Sistema Político Partidário, Cidadania, APPP, Câmara Municipal de Barretos, Vereador, Partido Político, Serviço Público, Fisiologismo, Administração Pública, Gestão Pública, Operador de Retroescavadeira, Empresa Terceirizada, Prestadora de Serviço, Indicação Política, QI, Costas Quentes, Politicagem, Chefe de Setor, Gestor Público.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGEM DE DESTAQUE

UnBHoje - 6 a 12 de novembro de 2020 (Universidade de Brasília)

  06 A 12 DE NOVEMBRO 2020 ANO 35 Nº 6212 ...